Shelby GT350R de 1965 pode se tornar o Ford Mustang mais caro da história - Carro e motos

Shelby GT350R de 1965 pode se tornar o Ford Mustang mais caro da história

Shelby GT350R de 1965 pode se tornar o Mustang mais caro da história
Shelby GT350R de 1965 pode se tornar o Mustang mais caro da história
Shelby GT350R de 1965 pode se tornar o Mustang mais caro da história

Um protótipo do Shelby GT350R de 1965 pode se tornar o Ford Mustang mais caro da história. O exemplar será leiloado em um evento organizado em maio pela Mecum Auctions, no estado americano de Indiana. A expectativa é de que o carro mude de dono por um valor acima dos US$ 3,74 milhões do atual recordista, o Mustang GT de 1968 usado nas filmagens de “Bullitt” (1968).

+Toyota RAV4 2020 chega com mais conectividade
+Triumph lança sistema de financiamento próprio para suas motos 0km
+AutoShow Collection divulga programação de 2020

Além de ser o protótipo que serviu de base para o desenvolvimento do GT350R de produção — variação de competição do GT350, que teve produção total de apenas 34 unidades —, o exemplar venceu uma corrida tendo ao volante o piloto britânico Ken Miles, imortalizado no cinema pelo ator Christian Bale, no filme “Ford vs. Ferrari” (2019).

Vendido em 1966, o Shelby teve o motor original trocado, embora o substituto seja tão interessante quanto o restante do modelo: uma versão experimental do propulsor 4.7 V8 do modelo GT40, cujo desenvolvimento era tão secreto na época que, em teoria, ele nunca deveria ter saído da fábrica.

O Shelby com Ken Miles ao volante
O Shelby com Ken Miles ao volante
  • arrow