Pneus sem ar de fabricante japonesa chegam primeiro às bicicletas - Carro e motos

Pneus sem ar de fabricante japonesa chegam primeiro às bicicletas

Pneus sem ar da Bridgestone chegam primeiro às bicicletas



Pneus sem ar da Bridgestone chegam primeiro às bicicletas
Pneus sem ar da Bridgestone chegam primeiro às bicicletas

A Bridgestone está na corrida dos pneus que não furam, nem necessitam de ar no seu interior, e deve apresentar uma versão final para uso em bicicletas já em 2022.

+ Nova Honda XRE 190 Special Edition ABS 2020 chega em fevereiro, veja o preço
+ Ford cria trava 3D para evitar roubo de rodas
+ iPhone SE 2: renderizações e novos detalhes

O fabricante japonês confirma assim que se mantém empenhada em garantir o lançamento de um pneu que não necessitará de ar no seu interior para cumprir sem problemas e por muitos mais quilômetros a sua função.

Pneus sem ar da Bridgestone chegam primeiro às bicicletas
A Bridgestone apostará primeiro no lançamento de versões mais compactas e leves

A Bridgestone apostará primeiro no lançamento de versões mais compactas e leves deste modelo para equipar um tipo específico de veículo, muito mais em moda, as bicicletas. A marca anunciou que prepara uma frota exclusiva de bicicletas para servir durante a realização nos Jogos Olímpicos de Verão de 2020, em Tóquio, totalmente equipada com a versão final do seu pneu sem ar.

O pneus sem ar foi uma das soluções de mobilidade apresentadas pela Bridgestone no Consumer Electronics Show (CES), em Las Vegas, onde realizou várias demonstrações para comprovar a elevada durabilidade e alta resistência da tecnologia. O conceito foi desenvolvido para anular os perigos, bem como o tempo de inatividade e os custos associados a cada pneu inutilizado. Para tal, utiliza uma avançada estrutura de raios no interior da roda, construídos resina termoplástica, e com a capacidade de se expandirem como forma de suportar o peso.

Pneus sem ar da Bridgestone chegam primeiro às bicicletas
O pneus sem ar foi uma das soluções de mobilidade apresentadas pela Bridgestone no Consumer Electronics Show (CES)

A Michelin também está na corrida para eliminar a necessidade de ter ar no pneu, com Uptis, que substitui todos os componentes do pneu convencional por uma inovadora estrutura que liga o piso diretamente a roda e funciona como elemento estrutural. A roda é construída em alumínio, para manter o peso reduzido, e está em contacto permanente com a estrutura do pneu, integrando também um conjunto de sensores para receber e transmitir informação de e para o automóvel. A Michelin concebeu o Uptis pensando no mercado de veículos elétricos e automóveis autônomos, prometendo versão de produção para meados de 2024.


  • arrow