GM quer acabar com os seus carros a combustão até 2035 - Carro e motos

GM quer acabar com os seus carros a combustão até 2035

GM quer acabar com os seus carros a combustão até 2035
GM quer acabar com os seus carros a combustão até 2035
GM quer acabar com os seus carros a combustão até 2035

A General Motors anunciou que planeja se tornar neutra em carbono em seus produtos e operações globais até 2040 e se comprometeu a estabelecer metas baseadas na ciênciaⁱⁱ para atingir a neutralidade de carbono. A empresa também assinou o Business Ambition Pledge para 1,5⁰C, um chamado urgente à ação de uma coalizão global de agências da ONU, líderes empresariais e industriais.

+Procon-SP notifica aplicativos de entrega por medidas de higiene
+Nissan Leaf atinge a marca de 150 unidades vendidas no Brasil
+Porsche 911 ganha novo kit “dois em um” da Lego

Além das metas de carbono da GM, a empresa trabalhou com o Fundo de Defesa Ambiental (EDF) dos Estados Unidos para desenvolver uma visão compartilhada de um futuro totalmente elétrico e a aspiração de eliminar as emissões de novos veículos leves até 2035.

O foco da GM será oferecer veículos zero emissão em uma variedade de faixas de preço e trabalhando com todas as partes interessadas, incluindo a EDF, para construir a infraestrutura de carregamento necessária e promover a aceitação do consumidor, mantendo empregos de alta qualidade, que serão necessários para cumprir esses objetivos ambiciosos.

A utilização de produtos da GM é responsável por 75% das emissões de carbono relacionadas a este compromisso. A GM oferecerá 30 modelos totalmente elétricos em todo o mundo até meados da década e 40% dos modelos da empresa oferecidos nos EUA serão veículos elétricos a bateria até o final de 2025. A GM está investindo USD 27 bilhões em veículos elétricos e autônomos nos próximos cinco anos – valor maior do que os USD 20 bilhões planejados antes do início da pandemia de covid-19.

  • arrow