GM anuncia fim do fabricante do Omega australiano - Carro e motos

GM anuncia fim do fabricante do Omega australiano

Chevrolet Omega, que era produzido na Austrália pela Holden
Chevrolet Omega, que era produzido na Austrália pela Holden
Chevrolet Omega, que era produzido na Austrália pela Holden

A General Motors anunciou nesta segunda-feira (17) que irá encerrar até 2021 as operações da Holden, a marca do grupo para a Austrália e Nova Zelândia, que nos anos 1990 e 2000 exportou o sedã Commodore para o Brasil com o nome de Chevrolet Omega.

+Oettinger oferece upgrade de 200 cv para o VW T-Cross
+Nova Ram 2500: mais tecnologia para a rainha das picapes
+Nissan Frontier tem condições especiais de venda até março

De acordo com a empresa, o fechamento da Holden está ligado à decisão de encolher a sua presença em mercados com o volante do lado direito. Reflexo disso é o recente anúncio da venda da fábrica da GM na Tailândia para a chinesa Great Wall Motors.

Subsidiária da GM desde 1931, a Holden lançou em 1948 o 48-215, o primeiro automóvel produzido especificamente para o mercado australiano. Mas desde outubro de 2017 a marca não produzia mais automóveis, limitando as suas operações a um escritório de engenharia e design responsável por adaptar modelos importados da Chevrolet (como o SUV Equinox) para o gosto e especificações locais.

  • arrow