Fãs da Tesla não perdoam youtuber após anunciar volta para carros a gasolina - Carro e motos

Fãs da Tesla não perdoam youtuber após anunciar volta para carros a gasolina

Fãs da Tesla não perdoam youtuber após anunciar volta para carros a gasolina



Fãs da Tesla não perdoam youtuber após anunciar volta para carros a gasolina
Fãs da Tesla não perdoam youtuber após anunciar volta para carros a gasolina. Foto: twitter

Rich Benoit ganhou fama como Youtuber com seus vídeos de customização de veículos da Tesla. O americano dono do canal ‘Rich Rebuilds’, com mais de 700 mil subscritores, a maior parte clientes da marca de Elon Musk e fãs assíduos dos projetos radicais de Benoit, como aquele em que ajudou a transformar um Tesla Model3 numa versátil pick-up elétrica chamada Truckla.

+ Langen Motorcycles revela moto 250cc com motor dois tempos e 81cv
+ Tucano A-29 da Força Aérea Afegã cai com piloto americano
+ Harley-Davidson aumenta preços de suas motos em até R$ 22 mil
+ Bombeiros alertam: não deixe o álcool em gel dentro do carro, há risco de incêndio

Este tipo de modificações em automóveis está em alta nos Estados Unidos, bastante enraizado na cultura, o que ajuda a perceber a popularidade dos vídeos de um canal do género, dirigido para um publico específico e muito fiel, mas que parece não tolerar traições.

Benoit anunciou aos seus milhares de fãs no Youtube que se preparava para vender o seu mais recente projeto Tesla para voltar a comprar um automóvel a gasolina.

Em poucas horas, o youtuber passou de ídolo a vilão na Internet. E o vídeo publicado na sua conta de Twitter foi imediatamente removido por violar as políticas e diretrizes da companhia.

De acordo com o Rich Benoit, nenhum vídeo do canal contraria os termos das plataformas em questão e, não se tratando de falha técnica, aponta os fãs radicais da Tesla como culpados.

No vídeo da discórdia, com o título “Porque vou vender o meu Tesla e voltar para gasolina”, Benoit reconstrói totalmente um Model S P85 do ano de 2013, enquanto explica as razões que o levam a querer mudar para um motor de combustão interna. E terá sido esse o motivo que levou milhares de usuários censurarem aquele conteúdo, forçando a sua remoção. Numa última tentativa, o vídeo foi sinalizado como “conteúdo impróprio” e esteve online apenas 40 minutos…

“Estou no YouTube há muitos anos e nunca vi um vídeo meu ser removido, por isso ter um vídeo retirado horas depois de eu anunciar que iria trocar o meu Tesla por um veículo a gasolina não perece coincidência.”, explicou.

Benoit afirma que não deixará de publicar projetos com modelos da Tesla no seu canal, mas como entusiasta de automóveis irá procurar diversificar a sua oferta de conteúdos online com outro tipo de veículos, elétricos ou equipados com motores de combustão. Sobre a polémica que envolve a marca de Elon Musk, deixará a poeira assentar. “Eu tenho Tesla e continuarei a ter. A minha esposa tem um Model X. A minha filha conduz um Model S. Os meus miúdos com menos de 9 anos conduzem Tesla em miniaturas. Eu próprio tenho um Model X e um Model S.”, afirmou.

Alguns dos vídeos de Benoit:


  • arrow