Covid-19: confira como vai funcionar o novo rodízio de veículos em SP

Covid-19: confira como vai funcionar o novo rodízio de veículos em SP

Trânsito na avenida 23 de maio São Paulo.



Trânsito na avenida 23 de maio São Paulo.
Oswaldo Corneti/ Fotos Públicas

A prefeitura de São Paulo coloca em vigor a partir da próxima segunda-feira (11), um novo esquema de rodízio para restringir a circulação de veículos na capital paulista durante a pandemia do covid-19

+Marca que já foi da Kasinski lança Bobber de 300cc
+Audi R8 retorna ao Brasil no 2º semestre
+Hyundai lança serviço de vendas remotas para HB20 e Creta

Carros com placas final par (0,2,4,6 e 8) poderão circular apenas nos dias pares . Nos dias ímpares, poderão circular os automóveis com placas ímpares (1,3,5,7 e 9). A medida valerá para toda a cidade (e não apenas para o centro expandido, como no rodízio “normal”) e vai durar o dia inteiro e também o fim de semana.

Previsto para durar o período da pandemia, o novo rodízio irá isentar apenas veículos de serviço e aqueles já isentos, como os automóveis de deficientes físicos. Os profissionais da saúde também estarão de fora, mas é necessário fazer um cadastro por e-mail (isencao.covid19@prefeitura.sp.gov.br) em um prazo de 10 dias.

O descumprimento do rodízio rende multa de R$ 130,16 ao infrator, além da perda de quatro pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Os profissionais da saúde que forem multados no período de cadastramento poderão recorrer para anular a punição.

  • arrow