Caminhão elétrico começa a ser vendido após rodar 150 mil km - Carro e motos

Caminhão elétrico começa a ser vendido após rodar 150 mil km

Caminhão elétrico começa a ser vendido após rodar 150 mil km



Caminhão elétrico começa a ser vendido após rodar 150 mil km
Caminhão elétrico começa a ser vendido após rodar 150 mil km

A DAF, uma subsidiária da empresa norte-americana Paccar, iniciou as vendas do caminhão EV CF Electric após rodar quase 150 mil km em testes, uma distância, equivalente a quase quatro voltas ao redor do mundo, serviu para comprovar a aptidão do modelo para entrar no mercado e aperfeiçoar detalhes do conjunto.

+ Artista cria engarrafamentos falsos usando 99 smartphones rodando o Google Maps
+ Novo Hyundai HB20 começa a ser exportado
+ GMC Hummer será uma picape elétrica de 1.000 cv

O modelo está disponível na Europa para clientes na Holanda, Bélgica e em parte da Alemanha.
O modelo está disponível na Europa para clientes na Holanda, Bélgica e em parte da Alemanha.

Conforme explica a DAF, a experiência resultou em uma versão melhorada e equipada com um novo software e um novo painel. “Chegamos ao ponto em que podemos começar a vender o CF Electric em número limitado”, disse Richard Zink, membro do Conselho de Administração e responsável por Marketing e Vendas.

“Iniciamos a produção de maneira controlada. Simultaneamente, vamos construir nossa rede de serviços, passo a passo”, completou. O CF Electric é um cavalo mecânico 4×2 totalmente elétrico, desenvolvido para uso áreas urbanas com reboques de eixo único ou duplo e peso bruto do veículo com carga de até 37 toneladas. O modelo opera em modo totalmente elétrico, com conjunto mecânico formado motor elétrico de 210 quilowatts e bateria de íons de lítio com capacidade total de 170 quilowatts-hora. A autonomia chega a aproximadamente 100 km, o que a marca julga como adequado para o transporte de grandes volumes em centros urbanos.

O modelo está disponível na Europa para clientes na Holanda, Bélgica e em parte da Alemanha. “Dependendo da infraestrutura local de carregamento da bateria e de pós-venda, a comercialização em outras regiões da Europa será considerada”, finalizou Zink.

Fonte: DAF

  • arrow