Veja a única motocicleta que tem permissão para carregar o logotipo da Ferrari - Carro e motos

Veja a única motocicleta que tem permissão para carregar o logotipo da Ferrari

A única motocicleta que tem permissão para carregar o nome e logotipo da Ferrari



A única motocicleta que tem permissão para carregar o nome e logotipo da Ferrari
A única motocicleta que tem permissão para carregar o nome e logotipo da Ferrari

Em 1990, o designer britânico David Kay, responsável pelo design das motocicletas da MV Agusta, decidiu fabricar a única motocicleta que tinha, oficialmente, o nome da Ferrari . E com a permissão por escrito do próprio Piero Ferrari , filho de Enzo Ferrari.

Desde então, a moto foi vendida três vezes, uma vez na casa de leilões Bonhams em 2008 , outra em 2012, (quando foi vendida por 100.000 euros), e outra entre essas duas via eBay.

A única motocicleta que tem permissão para carregar o nome e logotipo da Ferrari
A única motocicleta que tem permissão para carregar o nome e logotipo da Ferrari

• Chassi inteligente da Yamaha detecta possíveis rachaduras
• Em 2021 a ZZR 1400 sai de linha e chega a nova Suzuki Hayabusa 1400
• Dafra inicia a produção da NH 190 para concorrer com a Honda XRE 190

A única motocicleta que tem permissão para carregar o logotipo da Ferrari

David Kay dedicou mais e 3.000 horas para construir esta moto, que foi finalizada em 1995. Seu motor, de quatro cilindros, DOHC de 900cc e 105 cv a 8.800 rpm, foi construído à mão. Esta Ferrari 900 pode atingir 265 km/h de velocidade máxima e seu peso seco é de 172 kg.

A única motocicleta que tem permissão para carregar o nome e logotipo da Ferrari
A única motocicleta que tem permissão para carregar o nome e logotipo da Ferrari

Não economizaram em materiais e adicionaram a tecnologia mais exclusiva que existia há duas décadas: garfo invertido Forcelle Italia, discos Brembo, amortecimento duplo traseiro WPS, rodas de 17 polegadas Astrallite, chassi tubular de aço, carenagem de alumínio, saída de escape dupla fabricada à mão por Terry Hall e até um painel de instrumentos digital.

Quem sabe se essa joia da engenharia será leiloada novamente no futuro. Se o seu preço inicial há mais de dez anos era de 300.000 euros, certamente agora o seu preço aumentaria exponencialmente. Seria interessante ver quanto eles estão dispostos a pagar por esta moto única que é uma parte da história do motociclismo.

  • arrow